Translate

Promoção

sexta-feira, 11 de março de 2016

Baía do Sancho, ilha de Fernando Noronha, Brasil

O arquipélago vulcânico de Fernando de Noronha situado no Atlântico, a 525 km de Recife e 350 km de Natal, é o lar praias fantásticas. No entanto, é a Baía do Sancho que leva a coroa, não só de, a melhor praia da ilha, como possivelmente, a melhor praia do Brasil e voltou a ser considerada a melhor praia do mundo pelos visitantes do TripAdvisor, ao vencer o Travellers’Choice 2015.

O arquipélago de Fernando de Noronha é considerado Património Mundial pela UNESCO. Há apenas instalações para cerca de 700 visitantes em qualquer altura do ano.



Noronha é viciante, é um lugar maravilhoso para desfrutar do mar com a prática de mergulho ou surf ou em terra, através de passeios a cavalo e caminhadas, e a estadia média é de quatro a cinco noites. Graças, em grande parte aos projectos de conservação levados pelo Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, onde o ambiente marinho e costeiro, é estreitamente regulado: os moradores (a brincar) dizem que é a ilha do "não" - não, não pode fazer isso, não é possível fazer isso etc.



Então, o que torna a Baía do Sancho uma grande praia? Bem, para começar, a água azul cristalina azul, englobada dentro de um Parque Nacional Marinho, que se encontra repleto de vida marinha incluindo tartarugas, centenas de espécies de peixes e golfinhos.

A praia é impressionante. A areia branca e fina fica no sopé (70 m) de altos penhascos que são cobertos por uma vegetação exuberante. Estas falésias são o lar de um largo número de aves que nidificam aqui, e praia, é o lar da maior concentração de aves marinhas tropicais que podem ser encontradas nesse lado do Atlântico.



Quando chegar a Fernando de Noronha: a todos os viajantes é cobrada uma Taxa de Preservação Ambiental. A taxa é cobrada de acordo com os dias de permanência na Ilha. No entanto, se, por acaso, sair antes do período programado e já tenha pago, terá direito à restituição da diferença antes de embarcar para o continente.

Da mesma forma, se resolver prolongar a visita, o valor referente aos dias a mais será cobrado no dia do embarque. E o pagamento pode ser feito em dinheiro, cheque ou cartões de crédito.

A taxa tem o valor de 15€ por dia e deve ser pago no aeroporto no momento do desembarque ou pela internet. Existe também uma taxa de preservação que deve ser paga para fazer os trilhos e custa em média 2.5€.



Como chegar à praia?

Por terra: o acesso é feito pelo miradouro, onde só se passa através de uma fenda entre as rochas, numa escadaria de 40 metros (dividida em 3 partes, duas de ferro e uma de pedra). Qualquer esforço é recompensado na hora em que se chega à praia, está quase sempre deserta e o mergulho livre é um dos melhores de toda a ilha.

Por mar: através do passeio de barco que parte da Praia do Porto. É um passeio imperdível, porque é uma das melhores formas de estar bem perto dos golfinhos que acompanham o barco e também porque conhece diversas ilhas durante o percurso.

Informe-se no Tamar, porque as visitas são controladas de Janeiro a Junho das 18:00 as 6:00 horas por causa da época de desova das tartarugas marinhas.



Quando ir?

Com apenas cerca de 270 lugares de avião normalmente disponíveis por dia para Noronha, o turismo não sobrecarrega as ilhas, e é fácil encontrar um pedaço isolado de areia numa praia de sonho, mesmo na alta temporada. No entanto, é aconselhável reservar acomodações e voos com antecedência para os meses de Dezembro, Janeiro, Fevereiro, Julho e Agosto.

Vale e pena visitar durante o período das das chuvas (entre Abril e Julho), porque as cascatas escorrem como cortinas-d'água.

A semanas antes ou depois do Ano Novo devem e podem ser reservadas com seis meses de antecedência.

No entanto, devido ao custo do transporte de mercadorias a partir do continente, os preços são surreais e os quartos custam cerca de duas vezes mais, do que o que pagaria no continente.


Onde ficar?

640x248 Generic

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...