Translate

Promoção

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

5 Cataratas mais deslumbrantes da Mundo

Uma catarata é uma queda vertical de água, normalmente associada ao fluxo de um rio, que corre em montanhas e outras elevações rochosas. O volume da água e a força da corrente, associado à violência da queda, vão moldando a paisagem, criando cenários naturais de cortar a respiração.

Cataratas de Kaieteur, rio Potaro - Guiana

Localizadas no rio Potaro, no coração de Guiana, e pertencente à selva amazónia, as cataratas de Kaieteur, para além de lidíssimas, são reconhecidas pelo seu volume de água: uma fluência de 663 metros cúbicos por segundo. O conjunto é composto por uma catarata principal de cerca de 250 metros de altura e 100 de largura, e outras mais íngremes e menores.
Uma das lendas que originou o nome Kaieteur centra-se num velho intragável, que foi atado a bote pelos seus familiares e atirado pela catarata. Kaieteur, na língua indígena americana, significa “homem velho que cai”.





Como chegar?

É um lugar intocado e pouco conhecido devido aos seus difíceis acessos, embora hajam passeios. Como o transporte motorizado não consegue lá chegar, a outra opção seria fazer um passeio a cavalo. A maneira mais fácil para chegar às cataratas é através voos charter desde Georgetown, mas também através de passeios guiados no Parque Nacional Kaieteur.



Cataratas Vitória, rio Zambeze - Zâmbia

O rio Zambeze faz fronteira entre a Zâmbia e o Zimbabué e dá origem às cataratas Vitória, considerada uma das mais largas do mundo, com os seus 1,5 km de largura e uma altura máxima de 120 metros. Foi-lhe dado o nome Vitória em honra da famosa rainha britânica pelo explorador escocês David Livingstone, o primeiro ocidental a vê-las, em 1855.
Em 1989, o Parque Nacional de Victoria Falls foi considerado património Cultura da Humanidade pela UNESCO.




Como chegar?

De comboio: A maneira clássica para chegar às cascatas, é pelo comboio nocturno de Bulawayo. Bilhetes de primeira classe desde 10€, enquanto segunda classe desde 7€, sem roupa de cama incluída. Partidas de Bulawayo às 19:30, chegando na manhã seguinte às 9:00h,

De carro: As estradas no interior do Zimbabwe não são muito boas. A maneira mais directa de chegar às cataratas é através de Bulawayo.
É possível dirigir desde Livingstone. Atravessando uma fronteira internacional com um veículo, no entanto, vai incorrer em custos extras, como imposto sobre o carbono e seguro. Muito irritante é o moroso e desorganizado procedimento de obtenção de uma "autorização de importação temporária" para o carro no posto de fronteira com a Zâmbia. Uma vez no posto de fronteira Zimbabwe, todo o processo será repetido, embora seja um pouco mais rápido, mas também caro.
Vindo da Namíbia ou Botswana. o melhor caminho é de por Kasane no Botswana utilizando o posto fronteiriço Kazungula. São cerca de 70km.

De autocarro: Os autocarros são operados pela Intercape. A rota entre Windhoek, na Namíbia para Victoria Falls existe três vezes por semana, mas o autocarro pára no lado zambiano, ou seja, tem de atravessar a fronteira a pé. A viagem demora pouco mais de 14 horas e custa a partir de 110€.

No lado Zambiano, existem vários autocarros todos os dias, Demoram cerca de 5 a 6 horas desde Lusaka para Livingstone
.


Cataratas do Iguaçu, rio Iguaçu – Brasil, Argentina

As cataratas do rio Iguaçu fazem parte de um parque nacional com 250 mil hectares de floresta subtropical, com 20% da área fronteiriça pertencente ao Brasil e os restantes 80% da Argentina.
Considerado Património Natural da Humanidade em 1984, o complexo de 275 quedas de água da catarata, é o segundo local mais visitado por estrangeiros no Brasil. Ficou em 28º lugar na campanha mundial para escolher as 7 Novas Maravilhas do Mundo, em 2011.






Como chegar?

Argentina - o acesso às cataratas, é possível de autocarro ou de carro: Seguir pela Ruta Nacional Nº 12, em Posadas, esta estrada contorna o Estado do Paraná, e sair para a Nacional Nº 9, que é dos acessos à capital do país.
Outra alternativa é seguir a Ruta nacional Nº 14, pelo rio Uruguai, e sair para a Nº 12, através da Provincial 40.
Existem várias empresas autocarros que se encarregam do transporte de passageiros desde Buenos Aires até as cataratas, sendo as mais conhecidas Crucero del Norte, Expreso Tigre Iguazú e Expreso Singer S.A.

Brasil - o acesso às cataratas, é possível de autocarro ou de carro: é feito pela estrada que liga Curitiba (capital do estado do Paraná) com Foz do Iguaçu, a BR 277, ou directamente pela estrada das Cataratas, a BR 469, que liga o parque com a cidade.

Paraguai - o acesso às cataratas, é possível de autocarro ou de carro: é possível somente através da Ruta Internacional, saindo de Assunção e percorrendo 309 km.

Chile - o acesso às cataratas, é possível de autocarro ou de carro: basta apenas atravessar o “paso” de JAMA, percorrendo cerca de 2540 km, desde Santiago do Chile.



Cataratas do Niágara, rio Niágara – Estados Unidos, Canadá

As cataratas do Niágara são uma das mais famosas do mundo e um dos destinos turísticos mais procurados, com 14 milhões de visitas anualmente. Embora não sejam muito altas, as cataratas são muito largas, gerando um volume de água de cerca de 168 mil metros cúbicos, em média, por minuto, tornando-se numa poderosa fonte hidroeléctrica. O rio Niágara faz fronteira entre o estado americano de Nova Iorque com a província canadense Ontário.





Como chegar?

De carro e autocarro: Toronto é a cidade canadiana mais próxima. São apenas 1h30m de viagem pela Queen Elizabeth Way, pelas margens do lago Ontario. Aí, várias companhias de autocarros como Greyhounde Coach Canada, possuem várias saídas diárias, das 4h às 23h, em ambos os sentidos.



Cataratas Ángel, rio Churún - Venezuela

O Salto Ángel ou Parekupa-meru, no seu nome nativo, é a catarata mais alta do mundo, com 979 metros de altura e 807 metros de queda livre de água sem interrupção. As cataratas fazem parte do Parque Nacional de Canaima e foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 1994.
A gigantesca catarata recebeu o nome do aviador Jimmy Angel, que em 1937 decidiu aterrar no topo da montanha Auyán-tepui, com a sua equipa, mas acabou por se despenhar no rio. A catarata foi assim baptizada com o seu nome.




Como chegar?

Pelo ar: o acesso ao Parque Nacional Canaima é por via aérea para a vila de Canaima, a cerca de 50 km de distância das cataratas. De lá, pode apanhar uma avioneta e voar para uma pista de aterragem na Lagoa Canaima, ou viajar pelo rio para a lagoa.

Pela água: A partir de Canaima, quando a água não for nem muito alta nem muito baixa, pode viajar de canoa motorizada, pelo do rio Carrao, em seguida, o rio Churun ​​até um ponto onde pode, sair da água e seguir caminhando através da selva para as cataratas. A parte de rio são cerca de quatro horas, e uma hora ou mais de caminhada. Acesso de canoa para Angel Falls é restrita no período de chuvas, de Junho a Novembro.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...