Translate

Promoção

terça-feira, 28 de julho de 2015

Praias Fluviais de Portugal (Parte I)

As praias fluviais são uma alternativa interessante para um mergulho refrescante num dia quente, para quem gosta de zonas tranquilas, em contraste com o ritmo mais frenético das cidades do litoral.
Portugal têm praias fluviais muitos são bem organizadas, com cafés, balneários, chuveiros, estacionamento e outras instalações, como churrascos, áreas para piquenique, jardins ou parques infantis para as crianças e alguns até têm salva-vidas.

Praia Fluvial do Reconquinho, Penacova

A Praia Fluvial do Reconquinho situa-se em pleno Rio Mondego na área em que o rio serpenteia à volta da Vila de Penacova, por entre montes e vales. Envolta numa paisagem natural verdejante a Praia do Reconquinho proporciona uma excelente vista sobre Penacova de onde se pode deslocar a pé, descendo a colina. Dispõe de Parque de Estacionamento, Parque de Campismo e apoios de praia.




Como chegar?
Saindo de Penacova, toma-se a direcção de Coimbra pela N110 até à localidade de Azenha do Rio /Ponte. Atravessar aa ponte sobre o Rio Mondego e virar na direcção de Vila Nova de Poiares. Cerca de 1,5Km surgirá a indicação para descer até à Praia Fluvial do Reconquinho.



Praia Fluvial do Malhadal, Proença-a-Nova

Na base da Serra de Alvéolos, bem no interior de Portugal, onde serpenteia a Ribeira da Isna (afluente do Rio Zêzere), a Praia Fluvial do Malhadal, tem para lhe oferecer um óptimo local de descanso e de contacto com a natureza.
Caracteriza-se por uma enorme extensão de água (cerca de 1 Km), cercada de abundante vegetação e de relevo acidentado.
Há bastantes recantos para quem busque privacidade. Tem disponível além de uma piscina fluvial na ribeira de Isna, um bar com esplanada, casas de banho, churrasqueira, parques de merendas e muita natureza.





Como chegar?
Apenas a 7km de Proença-a-Nova
Seguir na IC8, sair na saída de Proença-a-Nova e seguir até ao centro da vila. Aí apanhar a EM 1330, passar por Sarzedinha, Seguir em frente até Malhadal e seguir até à praia.



Praia Fluvial do Vimieiro, Penacova

A praia situa-se em pleno Rio Alva, já próximo da sua foz. De águas cristalinas e rodeada de verde luxuriante, a Praia Fluvial do Vimieiro proporciona a tranquilidade e descanso necessário. Na encosta da praia encontramos um conjunto de casas edificadas em xisto, assim como um moinho de água e uma roda de rio que proporcionam ao local um ambiente pitoresco e acolhedor.




Como chegar?
No IP3, em ambos os sentidos, tomar a direcção do IC6. Sair em São Pedro de Alva e tomar a direcção da Praia Fluvial do Vimieiro.




Praia Fluvial da Quinta do Alamal, Gavião

A Praia fluvial da Quinta do Alamal está integrada num cenário deslumbrante, nas margens do Rio Tejo. Esta praia faz parte de um complexo de lazer que para além de infraestruturas de apoio à zona balnear, inclui também um Centro de Aventura que oferece diversas atividades como rappel, slide, ou passeios de barco e canoa.
Do areal, a vista é magnífica - no topo de uma colina o castelo de Belver destaca-se nesta paisagem em que a verdura da vegetação contrasta com as águas tranquilas do Tejo. Para os que gostam de passeios e caminhadas, existe um passadiço de madeira que percorre a margem do rio entre a praia e a ponte de Belver, com excelentes pontos de observação da flora e da fauna.




Como chegar?
Para quem vem de Lisboa/Porto: segue na A1 até Torres Novas, sai na saída 7 para a A23 na direcção Torres Novas/Abrantes; sai em Mouriscas, segue pela EN em direcção ao Gavião, onde encontra placas a indicar a Praia Fluvial do Alamal ou Alamal.


Praia Fluvial de Fragas de S. Simão, Figueiró dos Vinhos

Nas Fragas de S. Simão, encontrará uma praia de construção recente, rodeada das imensas fragas, que possibilitam a realização de desportos radicais (rappel, slide, escalada), num local de uma beleza ímpar, que poderá percorrer e assim desfrutar de toda a sua excelência. Ali existe um bar de apoio, instalações sanitárias e balneários.




Como chegar?
Segui na A1, sair para IC8 e seguir para a N237-1.



Praia Fluvial da Louçainha, Penela

A frescura, o verde das serras, a calma e a paz deste local, fazem das Represas Naturais da Louçainha um dos locais naturais mais aprazíveis do Concelho.
Aqui poderá encontrar para além de piscinas naturais, um parque de merendas e um restaurante panorâmico.





Como chegar?
Situado no Pinhal Interior – Zona Centro, Penela é o Concelho mais a sul do Distrito de Coimbra.
Encontra-se localizada junto ao traçado do IC3, sensivelmente a 20 Km da EN1 (Estrada Nacional n.º 1) e da A1 (Auto-Estrada n.º 1) que atravessa Condeixa-a-Nova, e a 10 Km do IC8 (Pontão).




Praia Fluvial de Avô, Oliveira do Hospital

Praia fluvial situada na zona marginal do rio Alva, com uma variação de dois cursos de água que formam a ilha do Picoto, onde está instalada uma agradável zona de merendas.
Esta praia é constituída por dois açudes de água na zona circundante da ilha, com um ponto de passagem de peões, uma piscina infantil alimentada com água do rio, zonas de relva, equipamento para piqueniques, balneários e zonas pedonais.





Como chegar?
Sair de Oliveira do Hospital até à N17 direcção Sul. Mais à frente, virar para a N230 em direcção a Avô. Ao Km 14 vire à direita para Avô. A praia fica no centro da aldeia.




Praia Fluvial do Rio Estorãos, Ponte de Lima

Vigiada pela Serra de Arga, junto à ponte romana do rio Estorãos e duma antiga azenha, localiza-se esta encantadora praia fluvial. Sem pretensões, convida a uma imersão romântica no seio da natureza, numa ribeira de águas límpidas povoada por trutas e lampreias. O silêncio, entrecortado apenas pelo ranger da mó nas águas da ribeira.



Como chegar?
Do Porto tome a auto-estrada A3 em direcção a Braga/Valença saindo ao km76 da auto-estrada em direcção a Ponte de Lima. Logo após sair da auto-estrada vire à direita para Ponte de Lima. Percorridos 3 km encontrará uma rotunda que deverá contornar e seguindo em frente. 2 km depois encontrará uma rotunda, vire à direita e após 1 km encontrará uma terceira rotunda. Seguindo em frente, atravesse a ponte e siga em direcção a Viana. Cerca de 3 km depois de Ponte de Lima, em Santa Comba, vire à direita, seguindo as indicações de ”Estorãos”, ”Moreira do Lima” e ”Cabração”. Siga até Moreira do Lima (4km). Em Moreira do Lima vire à esquerda numa placa azul, seguindo a indicação de Estorãos. Continue até encontrar uma pequena ponte romana. O moinho fica junto à ponte do lado esquerdo.



Praia Fluvial de Loriga, Seia

Localizada no Parque Natural da Serra da Estrela, a Praia Fluvial de Loriga é um santuário para os amantes da natureza, do ambiente, da calma e da serenidade, onde ainda são visíveis os vestígios deixados pelo glaciar que abriu o Vale de Loriga.
Situada no curso da Ribeira de Loriga, que nasce no planalto superior da serra da Estrela, a praia fluvial de Loriga distingue-se por ser a única praia portuguesa situada num vale glaciário e pelas suas águas puras e cristalinas, muito procuradas e apreciadas por banhistas e cuja qualidade tem sido atestada pela atribuição do galardão de ouro, uma menção atribuída pela Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza. Esta praia foi também umas das finalistas das “7 Maravilhas – Praias de Portugal”, na categoria de Praias Fluviais.





Como chegar?
A partir de Seia, seguir para sudoeste, para São Romão (EN231), em direção a Loriga; passados cerca de 17 km, já em Loriga, continuar, cerca de 1 km, pela EN231 em direção a Alvoco da Serra.



Praia Fluvial do Agroal, Ourém

A praia do Agroal integra a maior nascente do Rio Nabão e é considerada um lugar único em Portugal, dadas as características terapêuticas das suas águas frias (ideais para o tratamento de doenças gastrointestinais, de pele, etc.).
Este espaço, com uma envolvente paisagística e ecológica invejável, é encarado como um verdadeiro destino de lazer e diversão pelos turistas e locais.
Se visitar esta praia fluvial, uma das melhores de Portugal, vai ainda poder usufruir de uma piscina, um solário, um anfiteatro ao ar livre, uma área de lazer, uma cafetaria temática e balneários.



Como chegar?
Quem se desloca do concelho de Tomar, dirige-se em direcção à estrada de Ourém/Leiria, e corta à direita na placa que diz Agroal, poucos quilómetros acima da povoação de Carregueiros.
Para lá chegar passa ao lado da povoação do Suimo e pelo caminho vai encontrando várias placas de sinalização (Casal Julião, Água Boa, Bairro etc.) que anunciam pequenos casalejos perdidos e semi-abandonados nos pinhais ou eucaliptais da região. Até lá chegar percorre um caminho sinuoso e mergulha na encosta de uma escarpa, descendo até dar com um rio desprezado entalado entre duas margens de betão.



Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...